Imprevisível

Tudo flui no invisível. Na nudez das palavras, no afeto expandido, no destino alinhavado, mesmo que a distância. Quem saberá ao certo de onde vem essa presença tão poderosa que transborda o dia, as horas, invade as estações, e mesmo desengonçado ilumina, sem me cansar. É tudo invisível. O abraço, o olhar e o sorrisoContinuar lendo “Imprevisível”