Sobre as polaridades das nossas emoções

Das maldades humanas tenho compaixão, noutras vezes raiva. Porém, com a energia da raiva eu escolhi correr ao menos 5 km diários ou levantar sem ajuda, os móveis pesados do meu quarto quando quero mudá-los de lugar. Ah, e faço bom uso na mastigação, triturando os alimentos mais densos com energia e efetividade. Com aContinuar lendo “Sobre as polaridades das nossas emoções”