Desperta Narciso!

Desperta Narciso! Saia da borda, O lago transborda o teu penar. Vem, deixa eu te levar Prum outro mundo, pruma maneira mais leve de ser Sem dor, sem culpa, sem abandono Desperta Narciso! Teu reflexo não é maior que o teu sorriso Vem, deixa eu te mostrar Um mundo de esperança, de alegria verdadeira DaquelaContinuar lendo “Desperta Narciso!”

Até tu Narciso!

Dizem que os olhos sãos espelhos que refletem o que temos lá, naquele espaço subjetivo chamado alma. Dizem ainda, que é na alma onde encontramos a essência, a verdade de cada um de nós, na perspectiva do quem somos, como somos, como funcionamos, de forma multidimensional. A incoerência é não termos olhos duplos para nosContinuar lendo “Até tu Narciso!”