Não

É muito interessante o quanto, por vezes, lutamos insistentemente pelos sonhos do passado. Ficamos lá lembrando o quanto era bom, o quanto eramos felizes ou realizados, deixando de perceber outras tantas possibilidades que podemos ter quando escolhemos desapegar e confiar. Ouvir um não é difícil. Ver uma porta querida fechada também. Porém, se conseguirmos silenciarContinuar lendo “Não”