A arte cura

Havia guardado o teatro na gaveta; inclusive o prazer da entrega, da catarse iminente, da percepção da minha arte e da minha voz. Havia enfeitado o conceito da dramaticidade artística, travestindo estilos literários confusos, Era uma falsa alteridade. Eu me lembro de ter dito uma vez sobre a minha paixão pelo teatro: – “O palcoContinuar lendo “A arte cura”

Quer saber alguns dos meus segredos?

Quantas informações e experiências que estivemos guardando desde a infância até o atual momento da nossa trajetória? Segredos que ouvimos, que nos foram pedidos para serem guardados, memórias confusas que inconscientemente a mente pode ter gerado crenças limitantes, somatizações ou mesmo barreiras que impedem os nossos relacionamentos. Neste áudio conto alguns desses segredos recém descobertosContinuar lendo “Quer saber alguns dos meus segredos?”